Image Alt

inoar cosmético Tag

Quem é antenado na composição dos produtos que usa e ama cuidar das madeixas está mais familiarizada com a pergunta: “É liberado?”. Mas quem não é muito ligado na formulação dos produtos pode não saber o que isso significa. Por isso, estamos aqui para esclarecer tudo.

Não é segredo que muita gente confunde a espuma com o fator de limpeza. Seja na hora do banho ou em qualquer outro momento do nosso cotidiano, a espuma ainda está associada à limpeza profunda. O que nem todo mundo sabe, é que para fazer toda a espuma, os produtos precisam de agentes limpantes, os sulfatos, que são, em sua maioria, agressivos ao cabelo por retirar a camada de proteção natural dos fios. E ainda pior, pode conter outros componentes para mascarar os efeitos que eles proporcionam, os petrolatos e silicones.

Por conta disso, muitas pessoas começaram a optar por produtos que não levem tais componentes. Dessa forma aderiram às técnicas Low Poo, No Poo e Co Wash. Ou seja, quando alguém pergunta se um shampoo ou condicionador é liberado, está se referindo à presença de sulfatos, petrolatos e silicones na composição. Apenas os produtos que não possuem esses componentes podem ser usados para as técnicas.

Fácil, não!? Mas agora a dúvida que bate é: qual a diferença entre essas técnicas?

Low Poo

Low Poo é uma técnica que utiliza shampoo sem sulfatos agressivos, silicones insolúveis e derivados de petróleo na lavagem. Assim, para realizar o método, é necessário substituir os shampoos que contenham substâncias que são agressivas ao cabelo por retirar a camada de proteção natural dos fios. Além disso, é preciso retirar os petrolatos que podem ser prejudiciais para o cabelo com o tempo.

No Poo

Diferente da técnica Low Poo, o No Poo é uma técnica que não utiliza shampoo para a lavagem. Assim, utiliza bálsamos limpantes sem silicones insolúveis e petrolatos na composição. Dentre os adeptos, muitas são cacheadas e crespas também por conta da sensibilidade dos fios.

Co Wash

O procedimento Co Wash consiste em lavar os cabelos com condicionadores. Por isso, o termo está intimamente ligado a prática do No Poo. Para o Co Wash, é necessário que os condicionadores não tenham sulfatos, petrolatos, óleos minerais, vaselina, parafina líquida ou silicones insolúveis na composição.

Você é adepto às técnicas? Usa nossos produtos para lavagem Low Poo, No Poo e/ou Co Wash? Conta para a gente sua experiência!

Quer saber mais sobre essas técnicas e como elas surgiram?

Confira aqui: https://inoar.com/03/07/2018/low-poo-no-poo-co-wash-o-que-sao-essas-tecnicas-e-por-que-fazem-tanto-sucesso/

Ter cabelos bonitos e saudáveis é o sonho de muitas pessoas. E sabemos que todo o tratamento para os fios começa numa lavagem adequada. Com o tempo, notou-se uma necessidade de proteger os fios de substâncias que servem para limpar, mas acabam também os deixando mais ressecados. Dessa forma, criou-se o pré-poo.

O método nada mais é do que uma preparação para os cabelos receberem a lavagem com shampoo e não sofrerem tanto com a ação dos agentes limpantes: os sulfatos. O produto usado nesse processo pode variar, mas sua função se resume em hidratar e nutrir os fios antes da lavagem propriamente dita.

Em resumo, a utilização desses produtos ajuda a manter a oleosidade natural dos fios, já que, ao lavar, muitas vezes, o shampoo a retira, ressecando os cabelos. Por isso, o recomendado é utilizar shampoo apenas no couro, limpando a oleosidade que se acumula na raiz, mas preservando a nutrição do comprimento e pontas dos fios.

É usado normalmente Pré-shampoo, Condicionadores, Máscara ou Óleo de Coco para esse processo. E cada produto traz consigo uma vantagem para os cabelos. Conheça um pouquinho delas e escolha o melhor para você!

Pré-Shampoo

Com a consistência e formulação bem parecida com a de um condicionador, o pré-shampoo é ideal para quem busca os benefícios do método pré-poo em um produto criado especialmente para o processo.

Assim, o pré-shampoo é capaz de atender as necessidades de nutrição e proteção dos fios antes de receber os sulfatos – mesmo os mais leves, liberados para Low Poo – presentes no shampoo.

Condicionadores e máscaras de hidratação

Os condicionadores e máscaras de hidratação ganham uma nova função no método pré-poo. Isso porque, a hidratação que eles proporcionam e o tratamento intenso pós lavagem, torna-se como uma camada de proteção enquanto os poros ainda estão fechados. Essa camada de proteção nos fios é o princípio do pré-poo.

Óleo de Coco

A maneira mais comum para o uso do óleo de coco nos cabelos é a umectação. E esse processo não deixa de ser uma ótima opção para método pré-poo. 15 a 20 minutos do óleo de coco no cabelo é capaz de repor os nutrientes perdidos e promover a proteção dos fios durante a aplicação do shampoo. Assim, depois do seu uso, basta enxaguar os cabelos e realizar a lavagem normalmente.

IMPORTANTE: Muito conhecido por aqueles que praticam o Low Poo, o método pode ser utilizado por todos, não apenas aqueles que praticam a técnica. O pré-poo pode melhorar o aspecto dos fios que tendem a sofrer pelo uso de sulfatos fortes em shampoos não liberados.

 

 

 

Inocência Manoel