Image Alt

Hidratação Tag

Durante o período, escolha os produtos de tratamento e finalização ideais para a sua curvatura

Quem tem cabelos cacheados sabe que, para manter a hidratação e a saúde dos fios em dia, é necessário seguir uma rotina capilar. Durante a quarentena, entretanto, enquanto as idas ao salão e a manutenção do seu corte estão temporariamente vetadas, é possível conservar os fios em ordem e bem definidos em casa, apenas com a ajuda dos produtos certos para o seu tipo de curvatura (2A, 2B e 2C – ondulados; 3A, 3B e 3C – cacheados; 4A, 4B e 4C – crespos).

Veja, no texto de hoje, algumas dicas para cuidar e finalizar seus cabelos ondulados, cacheados, crespos ou afro durante o período de isolamento.

– Mantenha o cronograma capilar em dia

Cabelos cacheados têm o ressecamento natural das pontas como uma de suas principais características, por conta do formato em espiral, que impede a oleosidade da raiz de chegar ao fim do comprimento. Para manter os fios bem hidratados de acordo com a necessidade de cada tipo de curvatura, leia nosso texto completo sobre cronograma capilar aqui no blog da Inoar (clique no link). Nossa dica de produto, neste caso, são as máscaras de cronograma da linha Doctor, ou misturar as nossas opções, escolhendo as mais adequadas para cada etapa, de acordo com sua preferência.

– Faça umectações periodicamente

A umectação é importantíssima para os fios cacheados. Ela trata o ressecamento de maneira mais profunda e consiste em aplicar óleos específicos, da raiz até as pontas, enluvando mecha a mecha e massageando o couro cabeludo, para tirar a textura áspera e estimular o crescimento, respectivamente. A técnica repõe lipídeos e nutrientes e sela as cutículas. Nossa dica, nesse caso, é o Óleo de Coco da Inoar.

– Cuidado com o excesso desnecessário de finalizadores

Principalmente porque sua rotina durante a quarentena será em casa evite, durante o período, usar excesso de produto nos fios para finalizá-los. Isso fará com que o cabelo seque mais rápido naturalmente e difusor, evitando assim, também o excesso de calor.

– Leave-in, ativador de cachos ou creme de pentear: qual deles é melhor para a curvatura dos meus fios?

Você sabe a diferença entre leave-in, ativador de cachos e creme de pentear? Todos eles são cremes sem enxágue, que auxiliam a manter o processo de hidratação realizados nos fios durante a lavagem. Porém, cada um tem a sua particularidade. 

Os três tipos de produto se diferem, principalmente, em consistência. O leave-in tem uma consistência mais leve, não muito viscoso; o creme de pentear e o ativador de cachos, por outro lado, são produtos com uma consistência mais concentrada. Isto define também o uso para cada tipo de cabelo nos quais podem ser aplicados.

As misturas dependem de cada tipo de cabelo. Cabelos lisos ou ondulados, por exemplo, podem pesar ou apresentar aspecto áspero com cremes mais encorpados.

Se você tem os cabelos com a curvatura mais aberta, como é o caso dos ondulados, um leave-in é suficiente. Se você possui cabelos com cachos mais fechados, escolher um ativador de cacho ou um creme de pentear é o ideal. Os cabelos do tipo 2 (ondulados, com curvas mais abertas) têm maior tendência à oleosidade e, por isso, se adequam melhor aos leave-ins, por terem texturas mais leves.

Já os fios dos tipos 3 e 4, se adequam com os três.  Porém, cremes de pentear e ativadores de cachos, principalmente, irão auxiliar manutenção da hidratação e definição dos cachos.

– Como usar os finalizadores?

Para os três tipos de produtos, a forma de utilização é igual. Após lavar os cabelos, aplique o leave-in, o creme de pentear, ou o ativador de cachos nos cabelos, do comprimento até pontas, evitando sempre o aplicar diretamente no couro cabeludo. Após a aplicação, finalize como preferir.

– O leave-in normalmente possui proteção térmica?

No caso dos produtos da marca Inoar, todos os finalizadores contêm proteção térmica.

Confira as opções de finalizadores da Inoar:

– Leave-in: linhas Vegan, Résistance Flor de Lótus, Résistance Fibra de Bambu, Blends, CicatriFios, Afro Vegan;
– Ativador de cachos: linha Afro Vegan;
– Creme de pentear: linha Meu Cacho, Meu Crush, Blends, Argan Oil System;
Gel finalizador: linha Divine Curls.

Se você não sabe mais o que fazer para recuperar seus cabelos danificados de tantos procedimentos químicos e danos do dia a dia, a gente indica uma solução: Cronograma Capilar. Já ouviu falar nas etapas de hidratação, nutrição e reconstrução para os fios? Pois a gente explica tudo isso para você.

A ideia principal do cronograma capilar é recuperar e tratar um fio danificado, respeitando suas particularidades. Pois cada caso é um caso e a única maneira do cabelo tornar-se saudável novamente é dar exatamente o que ele precisa. Ou seja, é preciso identificar se a estrutura do fio necessita de reposição de água, lipídeos ou proteínas.

Após identificar as principais características que os seus cabelos vêm apresentando, é hora de começar o cronograma. E, para isso, o primeiro passo é o planejamento mensal de tratamento. Isso significa colocar no papel a quantidade de vezes que cada etapa do cronograma será realizada durante o mês.

Etapas do Cronograma Capilar

Hidratação

Essa é a etapa mais conhecida do cronograma, sendo capaz de repor a água e nutrientes essenciais que o fio perde no seu cotidiano. Por isso, quando os cabelos estão com aspecto seco e sem brilho, a hidratação é a solução. As máscaras para essa etapa do cronograma são facilmente encontradas. Ela é indicada para todos os tipos de fios, pelo menos, uma vez por semana.

Um cabelo hidratado tem a elasticidade em dia, balanço e está livre do ressecamento. Caso seu cabelo esteja precisando disso, hidratação nele. E alguns componentes presentes nos cosméticos capilares podem ajudar muito nessa etapa, como: D-Pantenol, Manteiga de Oliva, Babosa, Aminoácidos funcionais e Óleo de Coco Extra Virgem.

Nutrição

A etapa de nutrição é capaz repor lipídeos aos cabelos, as famosas gorduras naturais que são produzidas pelas glândulas sebáceas do couro cabeludo. Elas promovem proteção aos fios. O resultado é um cabelo mais macio, brilhante, flexível e alinhado. Mas é preciso ter cuidado, o excesso de nutrição pode deixar o cabelo oleoso ou ensebado.

Para realizar etapa, basta buscar máscaras ricas em Óleo de Rícino, Óleo de Coco, Óleo de Argan, Óleo de Manga, Óleo de Girassol, Óleo de Abacate, Azeite de Oliva e outros. Óleos são ótimas opções para realizar uma nutrição, no geral, por serem mais gordurosos e transferirem isso para os fios.

Reconstrução

Cabelos quimicamente tratados costumam ficar mais fragilizados, finos e quebradiços. Para reverter essa situação, a etapa de reconstrução do cronograma capilar é a mais indicada. Isso porque ela é capaz restaurar a fibra, repondo proteínas aos fios. O resultado? Cabelos mais resistentes e encorpados.

O componente mais conhecido para essa etapa é a Queratina, a qual já aparece na composição do fio e representa aproximadamente 90% de sua estrutura. Além dela, Colágeno, Creatina, Arginina e Cisteína são ingredientes importantes para produtos de reconstrução.

É importante ter cuidado com a reconstrução. Ela é indicada com intervalo mínimo de 15 dias. Se não, o fio torna-se muito rígido, podendo quebrar.

Cronograma

Necessidade: Hidratação

Se o seu cabelo está precisando de brilho e hidratação, um bom cronograma capilar segue os seguintes passos:

 

Necessidade: Nutrição

Se o seu cabelo está ressecado e sem movimento, um bom cronograma capilar segue os seguintes passos:

Necessidade: Reconstrução

Se o seu cabelo está poroso e quebradiço, um bom cronograma capilar segue os seguintes passos: