Image Alt

Low Poo, No Poo, Co Wash.

Tudo começou com um livro. A cabeleireira americana Lorraine Massey descreveu em o livro, Curly Girl (O Manual da Garota Cacheada), algumas técnicas de tratamento que priorizam a utilização não só de agentes mais leves de limpeza, como também de substâncias que tratem o cabelo por completo, sem mascarar a saúde dos fios cacheados.

Surgiram então os termos:

LOW POO (pouco shampoo)

NO POO (sem shampoo)

CO WASH (lavar com condicionador)

 

Explicando as técnicas
LOW POO

Low Poo vem do inglês e quer dizer “pouco shampoo”, o que indica que a técnica prega a redução do uso de agentes limpantes fortes e agressivos, permitindo que o fio “respire” e se recupere de agressões.

Na técnica de Low Poo há duas observações importantes que você deve seguir: cortar sulfactantes fortes dos seus shampoos, ou seja, trocar shampoos que tenham sulfactantes por shampoos sulfate free. Notem que não são shampoos sem sal, pois, shampoos sem sal, na sua maioria, possuem outros sulfactantes que não sejam o sal comum. E a segunda providência é cortar o uso de derivados de petróleo de modo geral.

Resumindo: LOW POO: lavar os cabelos com produtos sem sulfatos e sem derivados de petróleo.

NO POO

Também do inglês, o termo quer dizer “sem shampoo”. É um método de lavagem dos cabelos que dispensa a utilização de shampoo. Para aderir a este processo, é necessário eliminar também o uso de todos os produtos insolúveis em água que grudam nos fios de cabelo e precisam do sulfato para sua retirada, como silicones insolúveis, óleo mineral e parafina.

No método No Poo não se usa shampoo, pois os produtos utilizados possuem apenas substâncias solúveis em água, então outros cosméticos, como o condicionador, podem retirá-los.

Resumindo: NO POO: lavar sem shampoo.

CO-WASH

Quando a pessoa é adepta do No Poo, ela não utiliza shampoo para a lavagem dos cabelos. Por isso o No Poo está associado, muitas vezes ao Co-Wash, que quer dizer “lavar com condicionador”. Os sulfatos, encontrados na grande maioria dos shampoos, são agentes responsáveis pela limpeza e pela espuma. Porém, além de tirar a sujeira dos fios, tiram também os óleos naturais e os lipídios do cabelo. Foi em função desses danos que surgiu o Co-Wash, com produtos que não contêm elementos indesejados como os sulfatos, derivados de petróleo, óleos minerais, vaselina, parafina líquida ou silicones insolúveis.

Resumindo: CO-WASH: lavar os cabelos com condicionadores sem sulfatos, sem petrolatos, sem óleos minerais, vaselina, parafina líquida ou silicones insolúveis.

Componentes que devem ser evitados:

– Sulfatos: agridem e ressecam os fios por abrir as cutículas do cabelo.

Sodium laureth sulfate (sodium lauryl ether sulfate – SLES)

Sodium laurilsulfate (sodium lauryl sulfate – SLS)

Ammonium Lauryl Ether Sulfate(ALES)

Ammonium lauryl sulfate (ALS)

– Silicones insolúveis: acumulam-se nos fios impedindo que outras substâncias sejam absorvidas.

Amodimethicone (sozinho)

Cetearyl methicone

Cetyl Dimethicone

Cyclomethicone

Cyclopentasiloxane

Dimethicone (presente na maioria dos cosméticos)

Dimethiconol

Stearyl Dimethicone

Trimethylsilylamodimethicone

Simethicone

Polydimethylsiloxane

Methicone

– Derivados de petróleo: impregna nos fios causando uma película impermeável que impede que o cabelo absorva nutrientes de outros cremes e óleos.

Petrolatum/petrolato

Mineral oil/oleo mineral

Parafinum liquid

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Este site usa o Akismet para reduzir o spam. Saiba como seus dados de comentário são processados ​​.